Início Haja Saúde Intervenção Precoce em Terapia da Fala (Parte II)

Intervenção Precoce em Terapia da Fala (Parte II)

Por
66
0

A intervenção precoce em Terapia da Fala centra-se na promoção de uma comunicação eficaz e funcional da criança, contribuindo positivamente para a sua participação e interação social. Procura promover experiências reais tendo em conta a sua faixa etária e ambiente social, maximizando o seu desempenho, permitindo assim, a generalização para todos os seus contextos da vida diária. De uma forma geral, pretende desenvolver estratégias de forma a potencializar as suas áreas fortes para que a partir daí seja possível a transferência para outros níveis de aprendizagem/desempenho e reduzir o impacto das suas áreas fracas.

São muitos os benefícios quando intervimos de forma rápida e direcionada para o comportamento desviante apresentado pela criança, antes da entrada no primeiro ciclo onde as exigências se amplificam e diversificam.

E porque é que o envolvimento dos Pais é tão importante? Porque é que é essencial que a Educadora seja requisitada várias vezes para a passagem de informação e colaboração no trabalho a ser desenvolvido? Comunicar implica um processo dinâmico que é moldado por fatores intrínsecos à criança e à sua interação com o ambiente. Sendo um processo contínuo, a colaboração dos Pais e todos os envolvidos na vida diária da criança é fundamental e decisiva no decurso das aquisições e aprendizagens. É importante conhecer e compreender as competências, necessidades e perfil de funcionamento da criança para que o trabalho possa ser enquadrado no ritmo e perfil da criança que estamos a tratar. No fundo, permite criar uma passagem de informação contínua, aumentando a compreensão dos seus comportamentos e necessidades através do apoio e partilha de recursos, com recurso a um treino orientado para que todos os momentos de interação criança-interveniente possam ser mais eficazes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here