Início Editorial Editorial (Julho.2016)

Editorial (Julho.2016)

Por
72
0

Chegaram as férias escolares e a mudança das rotinas diárias.

Deixo de ter horas marcadas para preparar os filhotes para a escola, no entanto surgem outras preocupações; como vão as crianças ocupar os dias durante este longo período?

Dificilmente os podemos acompanhar durante todo o tempo de férias uma vez que o período normal de descanso dos pais só coincide em parte com as férias escolares das crianças.

Infelizmente as alternativas para as férias são escassas, existem alguns estabelecimentos com atividades de tempos livres mas exigem algum esforço financeiro por parte das famílias, o que nem sempre é fácil.

Os avós e outros familiares são uma excelente alternativa para a maior parte do tempo, são o nosso principal apoio nestes momentos.

Por outro lado no trabalho vou contando os dias e as horas que faltam para ficar de férias e usufruir dos meus filhos a tempo inteiro. São bons momentos que passamos juntos, momentos inesquecíveis que ficam registados para sempre na memória deles. Todos os anos tentamos fazer diversões e passeios diferentes tentando desfrutar ao máximo este tempo de lazer que passa tão rápido.

Se quando pensamos em férias as palavras que nos vêm à mente são: diversão, lazer e descanso, devemos tentar ser isentos de obrigações e compromissos, para podermos repor da melhor forma as energias para um novo período de trabalho ou estudo.

O facto de os nossos filhos não conseguirem obter na escola os resultados mais desejados não é motivo para os “obrigarmos” a estudar ou fazer tarefas escolares. Num período de descanso é mais importante valorizar outros aspetos, falar com eles sobre outros assuntos e realizar tarefas de interesse mútuo.

Sempre que possível devemos incentivá-los a irem brincar com os amigos e a fazerem atividades diferentes, ou seja, deixar fazer aquilo que mais gostam. Quem sabe se durante estas brincadeiras eles não vão descobrir o que gostariam de fazer no futuro?

Se conseguimos que tudo corra de uma forma mais prazerosa, poderá o regresso à escola ser mais agradável.

Texto por Sílvia Neto

Partilhar
Artigo anteriorDia da Força Aérea
Próximo artigoEdição 7 (Jul.2016)
Escrito por:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here