Início Cultura Agrupamento de Escuteiros 1166: a História

Agrupamento de Escuteiros 1166: a História

Por
336
0
Primeiras promessas em 1997

O Agrupamento de Escuteiros de Amor nasceu a 18 de Novembro de 1995. Após 5 anos de formação foi oficializado com o número 1166. A ideia surgiu na sequência de várias conversas de um grupo de jovens, entre eles Leonel Duarte e Joaquim Duarte, residentes no Casal dos Claros, desafiando alguns amigos que pertenciam a grupos de jovens da freguesia, a criar um movimento que pudesse apoiar na educação dos mais novos. O entusiasmo foi progredindo, e muitos foram os que, de todos os lugares da freguesia, quiseram unir-se nesta causa.

Contou com o auxílio imprescindível do Sr. Padre Fernando Ferreira, pároco da freguesia na altura, mais tarde Assistente do Agrupamento, e do Presidente da Junta de Freguesia em funções, Sr. Diamantino Lisboa, que sempre apoiou e facultou o espaço que serve de abrigo aos Escuteiros. Durante 3 anos as instalações do Agrupamento foram numa padaria já desactivada em Amor. Depois, a sede passou a ser onde é hoje, numa casa doada à Junta de Freguesia de Amor, pelo benemérito Sr. Jacinto Duarte.

A escassez de informação acerca do escutismo era uma realidade, os primeiros dirigentes, dos quais ainda no activo durante 20 anos, Leonel Duarte, Miguel Alexandre e Cristina Crespo, tiveram que recorrer à pesquisa escrita, testemunhos, experiências de outros agrupamentos na busca de aprendizagem e à formação contínua que persiste até ao presente.

O Agrupamento iniciou com 40 pessoas, 30 escuteiros (Lobitos) e 10 dirigentes, ocorrendo as primeiras promessas em 1997.

Já foram centenas as actividades onde participaram, a nível nacional e internacional, sempre sob a protecção de S. Paulo, Patrono do Agrupamento, destacando-se as intervenções na freguesia com a participação nas missas, nas festas religiosas, distribuição do bolinho a doentes e acamados, entre tantas outras.

Cerca de 280 escuteiros já passaram pelo Agrupamento de Escuteiros 1166 de Amor, tendo neste momento um efectivo de 100. Já tomaram posse 8 Chefes do Agrupamento: Leonel Duarte, Joaquim Duarte, Miguel Alexandre, Tânia Parracho, Albertino Rainho, Jorge Silva, Noé Alexandre e no presente mandato, Paulo Capela, que tal como muitos que ainda permanecem neste Agrupamento e hoje são dirigentes, fizeram lá toda a sua formação no escutismo. É uma “grande família”, todos levam e deixam marcas indeléveis com a sua passagem, não só os que de alguma forma tiveram que seguir rumos diferentes e os que já partiram para o eterno acampamento, como o saudoso e muito querido de todos, Mário Rui Cruz.

O Agrupamento de Escuteiros de Amor agradece desta forma a todos os que contribuíram e fizeram parte deste grande movimento de formação de jovens, aos dirigentes, escuteiros, familiares, aos vários executivos da Junta de Freguesia de Amor, aos párocos, benfeitores, amigos e a toda a comunidade de Amor. A todos um Bem Hajam.” – Mensagem dos dirigentes
Aniversário do Agrupamento em 2015
Partilhar
Artigo anteriorObras na Linha do Oeste
Próximo artigoPoup’arte (Novembro.2016)
Escrito por:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here