Início Outra Mensagem de Natal

Mensagem de Natal

Por
184
0

Nasceu o Salvador

O Natal, como todos sabemos, não são as lindas iluminações, as árvores de Natal, nem sequer o presépio, menos ainda as compras, as prendas, o «pai natal»… Tudo isso pode ter seu sentido e ajudar-nos a chegar a Jesus. Mas o Natal é Ele. É o seu nascimento, a sua festa, o dia de anos do nosso Salvador, o Messias Senhor.
Celebrar o Natal é um ato de fé profunda no amor louco de Deus que veio ao nosso encontro feito Menino. Aquela criança deitada na manjedoura e nascida de Maria, no curral em Belém, é o nosso Deus, é o nosso Rei, é nosso Senhor e Salvador. O Natal é a recordação jubilosa do seu nascimento.
Se Ele não nasce em nós, se Ele não renasce em nós, nas nossas vidas, nos nossos corações, não há Natal autêntico, evangélico. Não podemos ficar na casca,  precisamos de saborear o fruto: saborear a Ele, seu amor, sua vida, seu nascimento, sua divindade e sua humanidade.
Sem isto, não celebramos Natal, pois em nós não há «nascimento», não renascemos para Deus, para a graça, para a santidade, para a verdade, para a justiça, para a caridade. Só deste modo há Natal verdadeiro. Ele em nós, e nós n’Ele.
O Natal deste ano poderá ser, por hipótese, mais pobre, com menos prendas, menos iluminações, menos comida. Mas poderá ser e deve ser na mesma um Natal alegre e feliz, pois damos lugar ao Menino e ao seu amor, à vida da graça santificante dentro de nós e, se possível, na família e nos que vivem e trabalham connosco.
Sem Deus, não há Natal verdadeiro. Sem amor, não há Natal. Sem perdão e misericórdia, não há Natal. Sem a graça de Deus em nossos corações e em nossas almas,  não há Natal. Podem faltar muitas coisas, mas se o temos a Ele, há Natal verdadeiro.
Podemos ser felizes com menos coisas. Mas só seremos felizes, de verdade, com Deus.
A felicidade do Natal está no Deus Menino.
Por outro lado, somos convidados neste Natal e sempre a viver mais para os outros, a partilhar mais, a fazer os outros mais felizes. Partilhar o nosso amor e os nossos bens. Partilhar roupa e comida, mas também carinho, amor, delicadeza e acolhimento. O nosso Natal só será feliz se fizermos os outros mais felizes. Se dermos aos outros o Deus Menino e o seu amor.
Não brinquemos ao Natal, às coisas sérias.
Sejamos alegres na graça santificante, na alegria do dom, na entrega de nós mesmos.
Sejamos alegres porque vamos ao encontro do Menino que está presente no pobre, no doente, no idoso, no que vive só. Só assim há Natal verdadeiro.
Nasceu o Salvador. Saiamos acolhe-lo e dá-lo aos outros. Saibamos fazer festa com Ele. Sem Ele não há festa verdadeira.
Saibamos viver para o Menino que veio até nós para nos encher da sua vida e do seu amor. Não ao consumismo, ao egoísmo, ao egocentrismo, à vaidade mundana, à soberba que fere, à guerra e à violência.
Natal com Paz e Alegria. Vivamos a Festa do nascimento do nosso Deus e Senhor.
Sejamos felizes com Ele. Maria, a Mãe de Jesus, quer ajudar-nos. São José nos amparará para acolhermos o Menino em nós.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here