Início Alta Finança Alta Finança. O potencial desastre de deixar o Euro

Alta Finança. O potencial desastre de deixar o Euro

Por
38
0

Um dos argumentos apresentados para Portugal deixar o Euro é a possibilidade de o Banco Central (neste caso, o Banco de Portugal) poder imprimir dinheiro e usa-lo para pagar a dívida pública. No entanto, tal pode não ter os efeitos esperados.

Uma parte da dívida portuguesa está em euros e as restantes partes noutras moedas. Assim, Portugal ao regressar ao escudo, uma moeda significativamente menos valiosa que o euro, teria que pagar a mesma dívida com uma moeda que oferece uma conversão menor em euros (um escudo compra menos que um euro).

Adicionalmente, a possibilidade de imprimir dinheiro contribui para agravar o problema. O aumento da base monetária implica a desvalorização do escudo – o aumento da oferta de moeda para a mesma procura, leva o preço a cair, logo a mesma unidade em escudos compra ainda menos moeda em euros. Isto implica que embora exista mais dinheiro, este valerá menos que inicialmente. O resultado desta operação irá, assim, agravar a capacidade de Portugal pagar a dívida pública.

Texto por Marina Feliciano, estudante de economia

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here