Início Autárquicas 2021 AUTÁRQUICAS 2021 | O regresso dos secretários

AUTÁRQUICAS 2021 | O regresso dos secretários

Por
129
0

Esta eleição é marcada por uma particularidade: os dois homens que ocupam o segundo lugar da lista do Partido Socialista e da lista do Partido Social-Democrata já ocuparam o cargo de secretário.
Se geralmente se associa esta posição ao potencial lugar a ocupar no executivo, a probabilidade de um deles voltar a ocupar um cargo que bem conhece é elevada.
Consideramos que, tendo em conta os resultados dos últimos vinte anos, e a experiencia de ambos, este caso merecia ser apresentado de maneira independente – sem desprimor de potenciais secretários que existem nas restantes listas candidatas.
A isto junta-se o lado humano.
Quem teve a oportunidade de privar com ambos, é capaz de distinguir algo raro no mundo político: para além da amizade que os parece ligar, ainda existe entre ambos reconhecimento pelo trabalho realizado e respeito mútuo. E esta, hein?

Aproveitamos o momento para endereçar a ambos quatro questões:

1. Depois de uns anos de ausência das lides autárquicas, o que o levou a aceitar voltar a candidatar-se?

2. Destaque três conquistas do(s) executivo(s) do qual fez parte?

3. Que projetos deixou inacabados, ou que ideias tinha que nunca chegaram a pôr em prática, e que pensa que agora poderão levar em frente?

4. Quais sente serem as diferenças entre o último o ano em que ocupou o cargo de secretário e o momento atual, se considerarmos as necessidades da altura e as necessidades atuais na freguesia?

Daniel Almeida, número dois da lista do Partido Socialista

1. Não estava nos meus planos voltar às lides autárquicas, mas a paixão que sinto pela freguesia, o dever de cidadania, o sentir que ainda posso dar o meu contributo e também pela amizade que nutro pelo Adriano Neto levou-me a tomar esta decisão. Também as garantias de que o projeto liderado pelo Dr. Gonçalo Lopes nos dá de trabalharmos com eficácia em prol do desenvolvimento da freguesia, e a importância da articulação harmoniosa entre o executivo da Junta e o executivo da Câmara tiveram grande peso na minha decisão.
Hoje sinto que estou melhor preparado para servir a Freguesia, devido à experiência adquirida durante os oito anos que estive no executivo, mas também pelo tempo que estive fora devido às minhas funções profissionais, que me deu oportunidade de contactar de perto com vários autarcas de outros Concelhos e Distritos. Esta interação permitiu-me conhecer diferentes perspetivas e conhecer novas abordagens para a resolução de problemas comuns aos que identificamos na nossa freguesia, para assim contribuir para melhorar as condições da nossa população.
2. Sem dúvida que destaco o equilíbrio financeiro alcançado pela liquidação das dívidas, a organização administrativa e a introdução de novos procedimentos nos serviços administrativos. Estes foram fatores-chave que contribuíram para o sucesso do executivo que integrei.
Contudo, gostaria ainda de destacar o início da construção da rede de saneamento básico em toda a freguesia (atingindo cerca de 60% do território), o alargamento/requalificação das pontes entre Barreiros e Gândara dos Olivais, na EN349-1, que se trataram de obras da responsabilidade das Infraestruturas de Portugal (IP), e a elaboração do projeto da pista que liga a Coucinheira ao concelho da Marinha Grande.
É ainda de referir a organização do 1.º Festival d’Amor “Made in Amor”, onde estiveram presentes várias empresas, associações, artesãos e outros, tendo sido um evento que mostrou a união que existe entre a população da freguesia, e que deu a conhecer as nossas raízes e tradições.
3. A requalificação do Largo Padre Margalhau e da zona envolvente à Junta de Freguesia, incluindo o posto médico, é um dos projetos, que não foi efetivado e que pretendemos concretizar, assim como a melhoria dos acessos à freguesia de Amor, principalmente na A17, com o alargamento das pontes do Campo do Lis, conforme consta no nosso programa eleitoral.
4. Hoje nota-se uma maior proximidade e cooperação entre a Junta de Freguesia e a Câmara Municipal de Leiria. Atualmente estamos em maior sintonia e, além disso, a situação financeira está mais equilibrada e favorável, o que permite o desenvolvimento de mais e melhores projetos.
Os amorenses devem estar no topo das prioridades da nossa missão de servir a freguesia. Paralelamente, é importante desenvolver estratégias que consigam atrair novas pessoas para investirem em Amor, sendo que para isso é necessário criar novos serviços, melhorar acessos, melhorar a segurança, por exemplo através da construção de mais passeios, requalificação de ruas, reorganização do trânsito e implementação de mais sinalização e iluminação. Já no âmbito da saúde, é prioritário acompanhar a construção do novo Centro de Saúde para que a população da freguesia, que é bastante envelhecida, possa usufruir do acesso a melhores cuidados de saúde e, consequentemente, ter uma melhor qualidade de vida.

Rafael Santos, número dois da lista do Partido Social Democrata

1. Quem me conhece sabe que sou, e sempre fui, um apaixonado pela minha freguesia, e que sempre me empenhei pessoalmente em conseguir melhorar as condições de vida dos seus habitantes, qualquer que seja o lugar em que vivem.
Se juntarmos a esse sentimento o convite insistente dum conjunto de pessoas a quem reconheço valor, fica difícil dizer que não, sobretudo quando o projeto que me foi apresentado tem tudo a ver comigo, pois assenta na aproximação do executivo ao cidadão e na vontade de melhorar o dia-a-dia dos nossos conterrâneos.
Assim, identificado com o projeto e com a equipa, só podia dizer presente, contribuindo com o que melhor tenho para dar, a capacidade de trabalho e a experiência enquanto autarca.
2. É com enorme orgulho que recordo o executivo de que fiz parte, pois foi um período de grande salto em frente da freguesia, com intervenções de grande impacto sem esquecer as intervenções de rotina, nem por isso menos importantes para a nossa terra.
Sabendo que vou deixar de fora feitos importantes, gostaria de destacar:

  • Execução do saneamento na freguesia em mais de 90%;
  • Repavimentação de 3 das principais estradas da freguesia, (Amor-Coucinheira), (Toco- Casal Novo), (Barreiros- Casalito), além de outras mais secundárias;
  • Alargamento da estrada e construção da ciclovia entre Casal dos Claros e Marinha Grande;
  • Conquista de três Orçamentos participativos da Câmara Municipal de Leiria, tendo apenas tido tempo para a execução de um dos projetos, embora tenha ficado assegurada a verba para os restantes;
  • Criação da Associação AmorMais, a qual deu início a este jornal, e que se tornou na referência cultural da nossa freguesia;
  • Remodelação de várias escolas primárias e jardins de infância em toda a freguesia.

3.  Numa lógica de desenvolvimento e de facilitação do acesso à freguesia, espero ter oportunidade de:

  • Alargar as pontes na estrada de ligação de Amor à N109 e à A17;
  • Abrir uma estrada de ligação direta do Casal dos Claros à Amieira;
  • Abrir uma estrada para permitir a ligação do Casalito à Barosa.

E, porque não podemos deixar de honrar os compromissos assumidos, espero conseguir construir uma réplica dum moinho no Parque de merendas, tal como foi prometido ao benfeitor que doou o terreno para a construção do parque.
Ainda sobre o parque de merendas, é meu objetivo terminar a sua construção, em linha com o que foi pensado na candidatura inicial.
Por fim, mas não menos importante, espero ter oportunidade de reaproximar o comum cidadão do executivo da JFA, seja através da disponibilidade de contacto, seja pela partilha transparente de informação, prática que é urgente recuperar. 4. Para além dos desafios óbvios que se prendem com o atual contexto pandémico, sinto não serem muitas as diferenças, pois para além das necessidades recorrentes da freguesia ao nível de manutenção de infraestruturas, os grandes projetos transformadores que tínhamos em mente quando terminámos o mandato continuam por concretizar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here