Início Escolas Colégio Dinis de Melo, uma escola para a vida!

Colégio Dinis de Melo, uma escola para a vida!

Por
101
0
Colégio Dinis de Melo (Fonte: Google Street View)

Desde sempre que nós, no Colégio Dinis de Melo, nos preocupamos com a formação integral dos nossos alunos. Isto é, investimos nos saberes académicos de modo a que possam ter a melhor preparação a este nível e, com isso, possam prosseguir as mais diversas áreas do conhecimento. Mas, consideramos também, que as actividades que unem todos estes saberes a outros têm igual importância e se complementam de forma inequívoca.

A cultura, em todas as suas vertentes, enriquece-nos e fornece a todos nós ferramentas sem as quais seríamos mais pobres e menores na nossa cidadania. É por isso que tanto investimos em actividades como a “Feira do livro” que dá aos nosso alunos a oportunidade de contactar com obras literárias e com autores convidados que, tantas vezes, são fonte de inspiração para os mais novos acarinharem as letras. De igual modo, celebramos dias festivos de outros países e culturas que, na conjuntura internacional actual, leva a que se deva conhecer antes de se julgar e que se opte pela tolerância em vez do medo. Vamos e fazemos também teatro, onde aprendemos o respeito pela representação e a criatividade, onde nos expressamos livremente e podemos vestir muitas peles até sabermos quem somos realmente. O mesmo se passa nos nossos clubes de música com o gosto por esta linguagem que a todos toca e na qual todo o mundo se pode encontrar.

Aqui discutimos todos os assuntos de forma aberta, desde as ciências mais exactas, com palestras sobre sexualidade e alertas para os perigos de consumos de substâncias psicoactivas, às formas mais complexas de exercer a nossa cidadania como é o caso da nossa participação no Parlamento dos Jovens. O importante é esclarecer e envolver os alunos nas diversas aprendizagens que, em conjunto, irão formar os adultos de amanhã. O importante é estarem informados de forma crítica e inteligente para que tenham sempre contributos positivos a dar a si e aos outros.

Alargam também os horizontes com as visitas de estudo em que participam nas mais diversas áreas dos saberes. Viajam por entre experiências científicas, como com a participação em Olimpíadas da química e concursos de matemática, ou ao sabor de acontecimentos históricos que os transportam às suas raízes e construção das suas identidades. Assim, vistam museus, a Assembleia de República, o Aqueduto das águas livres, o Museu da electricidade, a Fábrica centro de ciência viva, entre muito outros.

Mas não nos ficamos só por cá e vamos também ao estrangeiro. Neste âmbito contamos já com muitos países percorridos desde a Espanha, aqui ao lado, até a mais recôndita e misteriosa Escócia. É preciso crescer para o mundo e aprender a ver, em vez de apenas olhar, como existe muito mais mundo para além do nosso.

Por fim, e seguindo o lema da “mente sã em corpo são” é imprescindível a participação em actividades desportivas. Queremos criar o gosto pela saúde mas também pelo espírito de equipa e a lealdade que implica sermos parte de um todo e não apenas indivíduos. São várias as modalidades: ginástica, basquetebol e a dança. Esta última com uma projecção já nacional e que une os nossos alunos com ritmo e alegria sempre que, espontaneamente, começam a dançar em conjunto.

Mais do que a sabedoria individual, apostamos na sabedoria colectiva. Sabermos de nós e do outro para que nos possamos integrar e pertencer a algo maior do que apenas nós. Estarmos ao lado uns dos outros e fazermos sentido das nossas comunidades e do mundo que cada vez se torna mais pequeno. É por isso que iniciamos o ano lectivo com o “Dia do desporto, da saúde e do ambiente”. Neste momento, olhando todos para cada um, ajudamos o banco alimentar fomentando uma visão mais alargada das nossas responsabilidades cívicas.

Com actividades como as do “School Fitness” e o “Festival das sopas” abrimos as portas a todos. Recebemos então toda a comunidade que nos visita, partilhando, aprendendo e ensinando também connosco. São momentos de união em que se interligam os protagonistas do nosso colégio – os nossos alunos- com os pais, os avós, os professores e todos os que são parte da sua vida. Nessas alturas a escola revela-se naquilo que deve ser sempre: um colectivo a preparar o futuro.

Muitos outros momentos destes são recorrentes ao longo da vida desta nossa escola que é, antes de mais, uma escola para a vida. Uma escola para saber aprender e estar de olhos postos no futuro com consciência crítica mas não esquecendo nunca a capacidade de dar e receber o que não se compra.

Texto por Dália Salgado (Professora)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here