Início Desporto Tragédia em jogo de Velhas Guardas

Tragédia em jogo de Velhas Guardas

Por
288
0
Equipa do CR Chãs - José Augusto Sousa, fila de baixo, quarto a contar da esquerda

No passado dia 27 de Fevereiro, naquele que seria mais um jogo normal entre Velhas Guardas, acabou por ficar marcado por uma verdadeira tragédia.

Defrontavam-se, no campo do Outeiro da Fonte (Leiria), as equipas do CRC 22 de Junho/Amor e do Clube Recreativo das Chãs, quando (por volta das 17h50) um veterano da equipa das Chãs caiu inanimado no sintético. Apesar de todas as tentativas de reanimação, por parte dos colegas e da equipa médica, o jogador de 63 anos não resistiu a uma paragem cardio-respiratória e o óbito acabou por ser declarado no local.

José Augusto de Sousa residia em Chãs, Regueira de Pontes e, para além de músico na Filarmónica das Chãs, era também o proprietário da “Taberna da Amizade”, no centro comercial Maringá e da loja “Naturália”, nos Jardins Galerias do Lis.

Os jogadores, a equipa técnica e o clube CRC 22 de Junho/Amor deixam os mais sentidos pêsames à equipa do Clube Recreativo das Chãs e à família e amigos do jogador.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here