Início Efemérides 1833, Amor sofre com doença mundial!

1833, Amor sofre com doença mundial!

Por
290
0

O século XIX marcou o final das enormes pandemias que vitimaram a população mundial ao longo de séculos.

Uma das maiores e mais mortíferas epidemias foi a cólera, manifestando-se com mais intensidade em três grandes ocasiões: 1832, 1849 e 1852.

A origem da cólera ocorreu no rio Ganges, na Ásia, a partir do qual se espalhou por todo o mundo pelas rotas comerciais. A primeira vaga chegou a Portugal em 1833, ao Porto, “trazida a bordo do navio London Marchant que transportava soldados para ajudarem D. Pedro no cerco do Porto”, provocando cerca de 40.000 mortes em todo o país.

Os primeiros sintomas da cólera são fortes diarreias, seguidos de desidratação, febres altas, vómitos e dores abdominais. A esses sinais seguem-se a queda acentuada da pressão arterial, da temperatura corporal e morte. Aos fracos conhecimentos médicos da época, juntava-se a falta de higiene e o saneamento básico inexistente, tornando a epidemia mais letal.

Em 1835, e por causa desta epidemia, são criados oficialmente os cemitérios públicos e proibidos os enterramentos dentro das igrejas.

Cólera em Amor

A 26 de Julho de 1833 falece em Amor Maria de Jesus, a 1ª vitima de cólera na freguesia. Entre essa data e o final do mês de agosto, faleceram 24 pessoas em Amor, quando nos meses anteriores (e posteriores) o número de óbitos nunca ultrapassa os 4 por mês. Vários registos chegam mesmo a apontar o tempo que as pessoas sobreviveram desde que relevaram os primeiros sintomas até ao óbito, chegando a colher pessoas meras 4 horas após o aparecimento dos primeiros sintomas.

Partilhar
Artigo anteriorPoup’arte (Julho.2016)
Próximo artigoDia dos Avós
Escrito por:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here