Início Entrevista CARNAVAL | Um evento que aproxima gerações

CARNAVAL | Um evento que aproxima gerações

Por
310
0
O Carnaval já passou, mas ninguém se esquece dele. Como é o caso de Conceição Moleirinho e Virgílio Oliveira que nunca deixam de pensar nesta época festiva. Numa conversa emotiva com o casal – que deixou o Sr. Virgílio com uma lágrima no canto do olho – sentiu-se a forte vontade de continuarem a apoiar o Carnaval, principalmente no carro do pão com chouriço. Desfilaram como Reis no Carnaval 2016 e foram responsáveis pela organização do Carnaval 2017.

Desde quando é que participam no Carnaval?
Conceição Moleirinho:
Desde criança que participávamos no chamado Entrudo, nessa altura vestíamos uma fatiota toda rota e mascarávamo-nos com a ferrugem da chaminé e brincávamos assim.
Virgílio Oliveira: Sempre estivemos associados ao carro dos padeiros. O pão com chouriço iniciou em 1978, sendo que, no início, o pão era confecionado numa padaria e depois as mulheres iam vender para a coletividade, já o carnaval circulava pelas ruas. No ano seguinte fizeram-se dois fornos em tijolo no antigo campo da bola e era lá que se cozia o pão. Em 1980 começou então a circular um carro com o forno e vendíamos o pão durante o percurso, à semelhança do que é feito agora.

Que significado tem para vocês o Carnaval?
Virgílio Oliveira: O Carnaval é tudo! Numa altura que trabalhava por turnos e não tinha quem quisesse trocar comigo, cheguei a pagar a alguém para me ir substituir no trabalho para poder estar a fazer o pão com chouriço.

Sentem que conseguiram cumprir a vossa “missão”?
Conceição Moleirinho: Bom, devido à nossa idade, em vez de sermos nós os responsáveis, ficou a nossa filha com essa missão. Mas mesmo assim participávamos nas reuniões e em tudo o que conseguíamos. Sermos reis foi muito bom, mas ter as crianças de volta de nós foi ainda melhor.
A juventude a meter-se comigo quando me encontra é muito gratificante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here