Início Autárquicas 2021 AUTÁRQUICAS 2021 | Julho na campanha

AUTÁRQUICAS 2021 | Julho na campanha

Por
51
0

No início do mês de julho o Governo marcou finalmente as próximas “Eleições dos Órgãos das Autarquias Locais”, mais conhecidas como Autárquicas: dia 26 de setembro.
Ao fecho desta edição (27 de julho), eram conhecidos publicamente nove movimentos que se candidatam à Câmara Municipal de Leiria e três à Junta de Freguesia de Amor.
Para a Câmara, apresenta-se Álvaro Madureira (PSD), Fábio Seguro Joaquim (CDS-PP+MPT), Filipe Honório (Livre), Gonçalo Lopes (Partido Socialista), Luís Paulo Fernandes (Chega), Luís Miguel Silva (Bloco de Esquerda), Marco Ramos (Iniciativa Liberal), Pedro Machado (PAN) e Sérgio Silva (CDU).
Já em Amor, são conhecidos Adriano Neto (PS), Daniel Pereira (CDU) e Joaquim Margarido (PSD). Quando questionados, os partidos Livre, PAN e Iniciativa Liberal informaram-nos que não vão apresentar lista própria em Amor, deixando para mais tarde a decisão de apoiarem ou não uma das listas já existentes. Para mais tarde fica também a decisão do CDS-PP, que em declarações ao nosso jornal referiu que a “equipa será apresentada muito em breve”.

Mas já arrancou a campanha?

Oficialmente uma campanha eleitoral inicia-se no 12.º dia anterior e finda às 24 horas da antevéspera do dia designado para as eleições. Trocado por miúdos, estando as eleições marcadas para o dia 26 de setembro, a campanha eleitoral apenas arranca no dia 14 desse mês.
Mas em Amor, a corrida já arrancou a fundo durante o mês de julho.
Durante o mês foram apresentadas as páginas de Facebook, de Instagram, os sítios “web”, os grupos de WhatsApp, todas as plataformas pelas quais os candidatos esperam fazer chegar as suas ideias até aos eleitores.
Opostas foram as apresentações das listas do Partido Socialista e Social-Democrata. Enquanto os primeiros foram partilhando uma pessoa de cada vez, apresentando a sua biografia e posição, os segundos fizeram uma cerimónia única no parque de merendas e transmitida em direto através dos seus canais.
Em campos distintos está também a interação com os leitores. Seguindo os seus passos “online”, Adriano Neto (PS) teve um mês particularmente ocupado, com visitas aos vários estabelecimentos escolares da freguesia e algumas associações, com o “intuito de avaliar e antecipar potenciais propostas de melhoria para a rede de Escolas e Jardins de Infância pertencentes à nossa Freguesia”.
A candidatura “laranja” (PSD) apostou num debate sobre a freguesia com seis jovens “da faixa etária entre os 20 e os 30 anos” transmitido “online”. Segundo o sítio oficial da campanha, este debate “está inserido num conjunto de conversas com grupos representantes de várias sensibilidades da Freguesia, numa agenda de aproximação ao cidadão, em linha com a nossa orientação estratégica”.
Por fim, a CDU escolheu criar um grupo privado no “Facebook” onde vai partilhando as suas ideias e projetos.

As propostas dos amorenses

O repto fora lançado aos amorenses ainda em abril. Que cada um pudesse, anonimamente, dizer o que mais desejava que fosse alterado na freguesia, algo a melhorar, uma ideia revolucionária e inovadora. O compromisso do jornal era publicar primeiro as propostas publicamente e depois garantir que cada lista tinha acesso às mesmas sem qualquer tipo de censura, tal e qual como tinham sido apresentadas. O questionário esteve disponível até ao final do mês de junho, para quem aí quisesse partilhar as suas ideias.
Tendo já sido conhecidas publicamente três candidaturas, as propostas foram impressas e entregues em mão aos três candidatos a presidente, deixando agora nas suas mãos a análises das mesmas. Os amorenses fizeram-se ouvir uma primeira vez. Em setembro todos os escutarão.


Tudo sobre as Autárquicas 2021 em: autarquicas2021.amormais.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here