Início Autárquicas 2021 AUTÁRQUICAS 2021 | Quem será o próximo Presidente da Junta?

AUTÁRQUICAS 2021 | Quem será o próximo Presidente da Junta?

Por
131
1

Ainda faltam uns dias para fechar o prazo para a apresentação das candidaturas aos vários órgãos autárquicos (podem ser entregues no Tribunal local listas até ao dia 2 de agosto), mas para a Junta de Freguesia de Amor já são conhecidos três movimentos, todos apoiados por grandes partidos nacionais: Coligação Unitária Democrática (CDU), Partido Socialista (PS) e Partido Social-Democrata (PSD).

O futuro presidente

Homem, casado, com 66 ou 67 anos, sem curso superior.
Estas quatro simples características são comuns aos três candidatos a presidente conhecidos até ao dia de hoje.
Adriano Neto (pelo PS), Daniel Pereira (pela CDU), e Joaquim Margarido (pelo PSD), são homens da mesma geração, com vidas profissionais e comunitárias semelhantes.
A experiência autárquica entre os três é distinta: Adriano Neto integrou a Assembleia de Freguesia em 1984 por substituição de Pedro Ribeiro Dinis Pedro, que havia perdido o seu mandato por faltas consecutivas não justificadas; Daniel Pereira é pela segunda vez candidato à presidência em representação da CDU, sem nunca ter sido eleito para a Assembleia; Joaquim Margarido é novo nestas andanças.
Nos dois meses que nos separaram da data das eleições autárquicas — marcadas para o dia 26 de setembro — iremos conhecer, e dar-lhe a conhecer, melhor estes homens e quem os acompanha.

O acompanhamento

Sendo um mistério o que se poderá ou não fazer nos próximos meses, não será previsível que se assem “pernas de porco no espeto” este ano no parque de merendas.
A campanha passará pelo contacto de proximidade e para as sempre presentes redes sociais. Esta multiplicação de plataformas já é visível durante este mês e levará à loucura os diretores de comunicação.
Será também mais complicado acompanhar uma campanha onde não existirão eventos marcados com grande antecedência, ou onde o acesso será restrito.
Soma-se a tal dificuldade o facto de muitos colaboradores regulares terem sido convidados a integrar listas candidatas, sendo por isso, obrigados a excluí-los da cobertura jornalística.
O que se faz quando se é apenas um e corre-se o risco de se falhar algum evento? Acompanha-se o que se pode à distância, mantendo-se o contacto constante com as várias candidaturas.
O contacto através de correio eletrónico será privilegiado, de modo a garantir a transparência dos contactos, a simultaneidade e a igualdade de tratamento.
Haverá espaço para a análise e para a exposição sem censura de cada candidato, das suas listas e ideias, mas será neste último momento que surgirão nos nossos leitores (e em nós, que também somos cidadãos eleitores), dúvidas e questões. Dar-se-á primazia a perguntas transversais a todos os movimentos até à partilha pública do seu programa eleitoral. Será nesse esmiuçar que irá surgir a particularidade, mas aí tudo faremos para honrar a confiança do nosso leitor, mantendo-nos isentos e sem deixar de procurar respostas.

Em 2017, em reunião e consenso entre os vários colaboradores do jornal, ficou decidido que a apresentação dos candidatos seria realizada de modo alfabético tendo em conta o seu nome.
A escolha por este método em vez de outros (o apelido, o partido político, a sigla, etc.), recaiu por a súmula da eleição ser bastante simples e direta: quando se vota numas eleições autárquicas vota-se para se eleger um presidente, uma pessoa. O primeiro da lista mais votado é automaticamente o próximo presidente autárquico.
Não encontramos motivos que justifiquem a alteração do método.
Se existirem artigos diferentes para as diferentes listas, faremos o possível para sejam publicados com o mínimo intervalo de tempo possível entre eles. Se no mesmo artigo se abordarem todas as candidaturas, serão sempre referidas pela ordem alfabética estabelecida.
No presente momento, esta ordem reflete, curiosamente, a ordem pelo qual foram tornados públicos, e pela qual já os demos a conhecer ao nosso público: Adriano Neto (PS), Daniel Pereira (CDU) e Joaquim Margarido (PSD).


Tudo sobre as Autárquicas 2021 em: autarquicas2021.amormais.pt

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here