Início Autárquicas 2021 AUTÁRQUICAS 2021 | E os vizinhos? Monte Real e Carvide

AUTÁRQUICAS 2021 | E os vizinhos? Monte Real e Carvide

Por
323
0

Como o único órgão de comunicação na Freguesia de Amor, é nossa obrigação acompanhar o processo autárquico que se encontra a decorrer. Sabemos, no entanto, que não vivemos sozinhos, e existem vários projetos e ideias que para avançarem precisarem do entendimento entre duas ou mais freguesias. Estes projetos vão muito para lá de meras melhorias nas acessibilidades, embora esses sejam sem dúvida os mais prementes.
Aproveitamos a ocasião, e fomos tentar perguntar a todos os candidatos de todas as freguesias com as quais Amor faz fronteira algumas questões sobre projetos transfronteiriços.
Hoje, vamos conhecer as respostas dos candidatos à União de Freguesias de Monte Real e Carvide

1. Como vê a possibilidade de a Base Aérea n.º 5 ser adaptada a aeroporto civil, sendo que para isso será quase de certeza necessário expandir a área da base para território amorense e a mesma passar a ser “partilhada”?
2. Com a possível adaptação, seria necessário criar uma via rápida de acesso desde o aeroporto até à rotunda da Ortigosa e acesso à A17. Considera que esta via rápida — que a ser instalada seria na extremidade de ambas as freguesias — seria uma mais-valia?
3. Como considera a possibilidade de ser criado um percurso pedestre em torno das lendas de D. Dinis, que começasse nos Paços de Monte Real, passasse pela capela da Serra de Porto de Urso, o forno da cal em Amor, e acabasse no Castelo de Leiria?

[A apresentação dos candidatos segue a ordem alfabética do seu primeiro nome]


Carlos Macedo, candidato pelo “Movimento Independente de Cidadãos” (MIC)

1. Como se compreende não serei autarca pela vossa freguesia pelo que a questão colocada não nos diz diretamente respeito. No entanto, concordo com essa possibilidade, [pois] como se sabe as boas acessibilidades são primordiais para o desenvolvimento.
2. A resposta a esta questão está implícita na [resposta] anterior.
3. Excelente iniciativa. Vivemos em freguesias com História e nunca a soubemos aproveitar para desenvolvimento turístico. Está na hora de as freguesias olharem para a vizinhança como parceiros e trabalharem em projetos conjuntos. Veja-se, por exemplo, a futura ciclovia nascente -foz do Rio Lis.
4. Criar uma zona industrial que beneficiasse as duas freguesias. Estamos a perder residentes e é preciso fixar os que estão e conquistar outros. Por exemplo, em termos culturais o intercâmbio seria saudável. E desportivo? Por exemplo, no ciclismo [com uma] Volta Amor/Monte Real e Carvide. Muitas coisas se podem fazer em conjunto desde que haja uma visão global e não mesquinha e reduzida como tem acontecido.  Nós MIC temos essa visão!

Página da candidatura


Diamantino Simões, candidato pela coligação “Leiria Pode Mais” (CDS-PP.MPT)

1. Na eventualidade de ser adaptado um aeroporto civil na Base Aérea de Monte Real, a partilha da área da base será sempre benéfica para ambas as freguesias, devido à manutenção dos espaços envolventes.
2. A construção de uma via rápida de acesso ao aeroporto até à rotunda da Ortigosa seria uma mais-valia para ambas as freguesias, uma vez que, traria maior número de pessoas, o que poderia aumentar o turismo nas localidades envolventes.
3. O percurso pedestre em torno das lendas de D. Dinis é uma ideia que tudo faremos para a tornar realizável, uma vez que, é uma ideia que consta no nosso manifesto. Através desta criação de percurso, onde ambas as freguesias, Monte Real e Carvide e Amor, se unirão para ser possível a criação desses mesmos percursos, onde cada uma ficaria responsável pela manutenção do seu espaço

Página da candidatura


Paula Jorge, candidata pelo Partido Socialista (PS)

1. A possibilidade de a Base Aérea n.º 5 ser adaptada e aberta para Aeroporto Civil é uma questão pertinente e que terá relevância e impacto para a nossa região, concelho e, como é evidente, para as freguesias específicas desta zona. Em relação à sua ampliação e para onde, terão que ser decisões eminentemente técnicas, que devem ser tomadas por quem tem as competências para tal. Se a decisão for ampliar para o lado de Amor, nada temos a objetar, antes pelo contrário, pacificamente partilharemos o Aeroporto de Monte Real com a Freguesia de Amor.
2. A resposta a esta questão é semelhante à anterior, ou seja, a definição das acessibilidades deve ser colocada também no plano técnico. Nada objetaremos se a opção for essa, visto que a melhoria das acessibilidades será sempre uma mais-valia para todos.
3. A ideia de ser criado um Percurso Pedestre enriquecido pelo tema das Lendas de D. Dinis, por si só, é muito interessante e ganhará com certeza valor se for partilhado por outras freguesias e pelo Município. É uma excelente ideia, que estaremos em condições de estudar com a Freguesia de Amor, a Câmara Municipal de Leiria e demais entidades competentes. Tudo o que dinamize o turismo e tenha um cariz de vida saudável e acrescente bem-estar, será sempre muito bem-vindo.

Página da candidatura


Joaquim Vitorino, candidato pelo Partido Social-Democrata (PSD)

1. A título individual, sou um dos promotores da plataforma Centro Mais Forte, cujo objetivo é a abertura da BA5 a algum tráfego civil, pelo que sou totalmente a favor deste investimento, há muito prometido e até agora por concretizar, que se traduz numa perda de 400 a 500 mil visitantes por ano na região centro. Esta abertura é uma janela de oportunidade para a região centro e para o país, com um impacto estruturante no desenvolvimento económico da região.
No entanto, de acordo com o estudo de 2017, não está prevista a expansão da base.
2. A localização da BA 5, com o terminal previsto na zona de Segodim, beneficia já dos acessos à A 17 na saída de Monte Real, com a necessária adaptação de acessos às zona imediatamente exterior ao terminal. No entanto, a concretizar este projeto, este terá de ser sempre de âmbito regional e como tal, outros acessos poderão ter de ser equacionados. Ao nível de acessos, a ligação à linha do Norte via linha do Oeste também seria interessante.
3. No nosso programa está prevista a criação de percursos/roteiros, não exclusivamente pedestres, que promovam o património natural e histórico da União de Freguesias. Faz todo o sentido que este projeto seja feito em cooperação com as freguesias vizinhas, promovendo a continuidade da experiência. Ancorar o início/fim, no castelo de Leiria, é um ponto adicional de atratividade.
Uma das ideias que temos acarinhado é, em conjunto com as entidades e associações, recriar a “lenda de cegovim”.

Página da candidatura


Tudo sobre as Autárquicas 2021 em: autarquicas2021.amormais.pt

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here